The Wicked + The Divine

Já começo o post avisando que  esse texto pode ser muito confuso por 2 motivos:

1 – É que eu mesma ainda não defini o quanto eu gosto ou deixo de gostar desse quadrinho

2 – Eu acho que ainda não entendi direito esse quadrinho


The Wicked + The divine mistura deuses da mitologia mundial com ícones pop. Isso parece bastante estranho no começo, mas foi uma mistura bem interessante.

Screen_Shot_2016-04-01_at_11.49.06_PM.png

Basicamente o enredo é: a cada 90 anos 12 deuses reencarnam como humanos. Esses deuses despertam sentimentos muito intensos entre eles mesmos e entre os humanos. Eles geralmente são adolescentes/jovens e tem uma ligação muito forte com a música. A vida deles é muito intensa, cheia de extravagancias, mas o grande inconveniente é que 2 anos depois de descobrirem que são deuses, eles morrem.

28-kieron-gillen-lede.w529.h352.jpg

Por enquanto eu li 3 volumes. O começo não me chamou tanto a atenção. Até a metade do primeiro volume parece que a história vai ser sobre uma adolescente que é absurdamente fã de uma das deusas, a Amaterasu e que acaba se envolvendo nesse universo dos deuses e sempre fica surtando por adorar tanto todos eles. Essa parte é bem sem graça e chegou a me incomodar algumas vezes.

wicked-divine-4-matlock1

Mas uma característica muito forte desse quadrinho é ter grandes cliffhangers. Quando você menos espera a situação muda completamente e você é sugado pelo quadrinho e só consegue largar quando o volume acaba. Isso aconteceu mais de uma vez nos 3 volumes que eu li. No meio do quadrinho tem um cliffhanger menor, menos impactante, e na ultima parte seu mundo é destruído pelo grande cliffhanger da vez.

Por usar e abusar desse recurso de cliffhanger eu não consegui definir se eu realmente gosto do quadrinho ou se eu só engoli esses livros por ficar curiosa e precisar saber logo o que vai acontecer depois.

Uma coisa que não podemos negar é a qualidade da arte. O traço é um absurdo de bonito. As cores são sempre muito fortes e muitos quadros chegam a ser iluminados. Eu não sei nem o que falar sobre a arte porque é realmente impressionante. A cada página a gente precisa de um tempo pra admirar quadro por quadro.

img_0283

Além de ficar incomodada com a adolescente descontrolada do começo da história e com a quantidade de cliffhangers, uma outra coisa que me incomoda é que ainda não temos quase que informação nenhuma sobre esse universo. Sempre que eu começava um volume eu esperava ter mais respostas, mas apesar de conseguir algumas respostas o número de perguntas novas é sempre muito maior. Não nego que isso me prendeu bastante e me motiva a querer ler mais na expectativa de entender um pouco melhor o que ta acontecendo, mas também me deixa um pouco broxada.

The wicked + the divine é um quadrinho britânico e por enquanto não foi lançado aqui no Brasil. Quem se interessar e quiser ler também não precisa sofrer com a ideia de pagar em obamas por um quadrinho porque ele é bastante fácil de achar para baixar nesse mundo da internet.

Se não me engano já tem o 4º volume disponível, ou pelo menos está para sair, e eu tô curiosa para continuar lendo, não nego, apesar de toda minha crise  de sentimentos confusos por esse quadrinho.

The wicked + the divine é publicado pela Image comics e cada volume tem 168 páginas de muitas informações confusas e que roubam sua vida.

lucifer-mckelvie

                             Siga o blog: Twitter ● Facebook 

assinatura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s