A contadora de Filmes – Hernán Rivera Letelier

Livro fininho, título fofo, mas não se deixe enganar porque essa não é uma estoria bonitinha.

O livro se passa em uma cidadezinha no Chile que vive em função de uma mina de salitre. A vida dura dos trabalhadores da mina, a pobreza da cidade e as casas simples, fazem do deserto um lugar ainda mais árido. E é nesse contexto que vamos conhecer a família de Maria Margarita, que vive com mais 3 irmãos e o pai paralítico.

A família deles carrega a dor da ausência da materna e além disso a situação financeira deles piora após o acidente que deixa o pai paralítico. A unica fonte de diversão deles é o cinema da cidade, mas como a família não tinha muito dinheiro o pai resolve escolher um dos filhos para ir ao cinema e depois contar para o resto da família o que acontecia no filme, e é assim que Maria Margarita inicia sua carreira de contadora de filmes.

Apesar de ter um contexto bastante triste o início do livro é até que bem animado, a gente sente junto com a família toda a empolgação de ir ao cinema, conhecer novos filmes, fugir daquela realidade. A fama da Maria Margarita vai se espalhando e cada vez mais pessoas se juntam na pequena casa para ouvir tudo o que ela tinha a dizer sobre os filmes.

Mas lá pela metade do livro a gente começa a acompanhar um série de eventos sobre a decadência da família, da carreira de contadora de filmes, da mina de salitre e por fim da cidade como um todo.

A segunda metade do livro é bastante triste, cheia de perdas, de violência e sem a magia que existia no começo da estória.

É bem fácil imaginar cada uma das cenas desse livro, é realmente como se a gente assistisse um filme sobre a vida daquelas pessoas e mesmo com essa aura de cinema, a gente sabe que aquela é sim uma estória bastante real e muito possível.

A contadora de filmes foi publicado pela Cosac Naify e tem 106 páginas.

Twitter ● Facebook 

assinatura

Anúncios

Um comentário sobre “A contadora de Filmes – Hernán Rivera Letelier

  1. Uau, que resenha instigante, me deixou com muita vontade de ler!
    A literatura chilena é responsável por obras memoráveis de poucas páginas mas de força surpreendente. Uma pena não lermos tanto do que é produzido logo ali do lado…
    Parabéns pela resenha 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s