2001: uma odisseia no espaço – Filme X Livro

Se você está nesse post é porque você já leu o livro e/ou assistiu o filme. Esse post vai ter muito spoiler sim, porque 2001 precisa ser discutido com mais detalhes.

Como eu falei no post sem spoiler, 2001 foi o livro que concretizou de vez o meu amor por livros de ficção cientifica e derreteu muito o meu cérebro. Logo depois de terminar o livro eu fui assistir o filme e não sei, mas acho que o filme não me impactou tanto. Eu geralmente não gosto de fazer esses paralelos entre filme e livro por considerar mídias completamente diferentes, com estruturas e propostas diferentes. Mas como nesse caso filme e livro foram construídos juntos e o filme é tão fiel, me dei o direito de fazer a comparação.

Durante a leitura de 2001 eu achei que muito da historia acontecia nas entrelinhas. Apesar de ter bastante informação no livro, eu sentia que tinha muitos espaços para o leitor completar com interpretações pessoais. Já o filme faz isso com praticamente 90% da historia. O filme é extremamente contemplativo, com poucas falas e pouco contexto. Ele exige uma certa concentração e atenção a detalhes.

Uma das coisas que mais me incomodou no filme foi logo no começo. Quando o monolito aparece no livro, os homens macacos a principio ficam indiferentes a ele e durante a noite eles passam por uma espécie de experimento do monolito. Eles são atraídos de alguma forma pela estrutura e visualizam várias cenas e passam por alguns testes físicos. Esses testes vão selecionando alguns indivíduos até que os mais aptos recebem uma carga muito grande de informação. Essa informação muda o comportamento deles. Eles aprendem a caçar e se alimentar de carne, aprendem a usar ferramentas bastante primitivas e na lutar pra defender o território. Eu achei essa parte extremamente interessante no livro, já no filme ficou com um tom muito diferente.  A impressão que eu fiquei no filme é que os homens macacos tinham uma relação de admiração e surpresa muito grande com o monolito e não foi tão marcante a influencia do monolito com a mudança de comportamento dos homens macacos.

2001-a-space-odyssey16

Já na segunda parte da historia quando conhecemos a estação espacial eu gostei bastante nas duas mídias. Ainda acho que no livro foi mais interessante por explorar a quest~]ao dos homens se mudarem para a Lua e se fixarem lá ao ponto de já ter uma geração de crianças que nunca conheceram a a Terra, mas mesmo sem mostrar essa parte o filme ficou bem legal. Essa segunda parte da historia acaba funcionando mais como uma ponte. Quando eles encontram o monolito na Lua e ficam intrigados com essa estrutura que comprova a vida alienígena é muito divertido, mas pra mim acabou ficando apenas como base para o que realmente importou, que foi a expedição para Júpiter/Saturno.

2001_a_space_odyssey-more_astronauts

Com toda certeza a terceira parte é a melhor do livro. Quando começamos a acompanhar a viagem dos cinco cientistas e do Hal 9000, o livro ganha outro ritmo de leitura e fica muito mais consistente. Aqui o grande destaque é o computador. O Hal tem total consciência do objetivo real da missão e sabe o quanto essa informação pode perturbar algumas pessoas e o peso desse segredo perturba demais ele. Eu achei que no filme o Hal ficou bem mais mecânico e frio, mas no livro ele realmente parecia ter uma consciência humana e o conflito dele foi muito mais intenso. No filme me pareceu que ele era muito mais frio, inclusive quando aparece a morte de um dos astronautas, mas no livro eu sentia ele sempre muito confuso e ansioso e por isso eu me apeguei muito a ele e fiquei tensa demais com o clima dentro da nave. Eu acho que o filme também criou um clima de tensão muito bom, mas eu não consegui me envolver tanto com o Hal e por isso eu tive uma relação mais distante com os personagens da nave.

2001_a_space_odyssey_hd-wallpaper-738979

No livro a viagem é para as Saturno e o Monolito aparece em uma das luas de Saturno. Eu achei maravilhoso como o Arthur C. Clarke descreveu as imagens do universo. Eu realmente conseguia visualizar toda a imensidão, as estrelas e os planetas. Todo aquele clima hostil, toda a solidão da tripulação, o conflito interno e o medo deles, tudo foi muito real e muito intenso pra mim.O momento em que aparece o segundo monolito foi maravilhoso no livro. Conforme a nave se aproximava de Saturno, mais tensa eu ficava e mais envolvida com a leitura. A cada página era mais difícil de soltar o livro.  Quando ele realmente chega no monolito e sugado por aquele túnel, ou buraco de minhoca ou seja o que for, eu fiquei sem chão. Essa parte em que somos transportados para uma nova dimensão dentro do monolito fez meu cérebro derreter completamente. Já no filme eu não achei que a cena teve um efeito tão forte.

Eu acho que no livro eu fiquei com a mensagem de o quanto o monolito influenciou a nossa historia e a nossa evolução, e fiquei encanada com a ideia de que a gente podia ser objeto de estudo de alguma outra espécie. Já no filme eu não consegui ficar com essa ideia, na verdade eu nem consegui definir direito o papel do monolito.

Acho que tanto livro quanto o filme deixam muito espaço para várias teorias e interpretações.  Eu assisti o filme com um amigo que não conhecia nada da historia ele ficou com uma grande cara de interrogação e não conseguiu perceber vários detalhes da historia, por isso que eu digo que é um filme que merece mais atenção e concentração pra pegar todas as informações em cada detalhe. Não achei o filme ruim, mas o livro me abalou muito mais porque eu consegui mergulhar muito mais na realidade da historia.

Eu tenho certeza que outras pessoas ficaram com ideias diferentes das minhas e por isso achei legal fazer um post com spoiler. Assim a gente pode trocar interpretações diferentes e conversar melhor sobre 2001.

Então deixem ai nos comentários o que vocês entenderam desse livro/filme, se vocês também sofreram junto com o Hal e vamos continuar derretendo o cérebro juntos!

assinatura

Anúncios

2 comentários sobre “2001: uma odisseia no espaço – Filme X Livro

  1. Derretedor de cérebro instantaneo!! 🙂 Se alguém disser que entendei o filme ou o livro, MENTIRA rsrs tem muita coisa aqui super aberta para várias interpretações! Acho um bom filme, mas o livro… minha nossa! Vontade de ser melhor amiga de C.Clark rs. Sobre o monolito, senti que no filme ele só teve papel importante com os primatas! Já no livro, ele é personagem principal! Tbm achei o Hal bem diferente nas duas midias. Senti Hal maligno, manipulador e ansioso no livro, justamente por isso gostei demais! A outra dimensão é maravilhosa! Descrições, tudo muito bacana! Aaaaah sou suspeita pq simplesmente adoro esse livro! To ensaiando uma resenha pra ele há seculos mas nunca consegui organizar minhas ideias rsrs adorei a sua! 🙂 Bjo da Isa – LidoLendo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s