Sente a maresia – No mar – Toine Heijmans

Se você acompanha eventos literários, deve ter visto que esse ano rolou o Café Amsterdã. A proposta era divulgar livros holandeses. Esse ano as editoras lançaram algumas obras holandesas e No Mar foi um desses lançamentos.

Não sou de comprar lançamentos, mas esse realmente me deixou bastante curiosa. Esse é um daqueles livros que a gente não pode contar muita coisa a respeito porque se não estraga a história. Não sou de me importar com spoiler, mas esse livro realmente pede que o leitor chegue sem saber muita coisa.

Basicamente o que podemos falar pra alguém que não conhece o livro é que ele vai contar a história de Donald, um cara que decide passar 3 meses em um veleiro sozinho no mar e reorganizar os pensamentos dele sobre a vida. O veleiro é simples e essa vai ser a maior viagem que ele fez até então.

O livro é narrado em primeira pessoa, e esse detalhe é fundamental pra história. Acho que se você é acostumado a ler já sabe o que deve esperar de um narrador em primeira pessoa não é mesmo? A gente sempre tem que ter um pezinho atrás. O narrador em primeira pessoa combinado com a solidão da viagem, deixam o começo do livro bastante introspectivo.

A história começa nos últimos dias de viagem quando a filhinha de 7 anos do Donald se junta a ele na reta final da viagem. A garota vai passar 3 dias sozinha com o pai em alto mar e essa é primeira vez que eles ficam sem a companhia da mãe.

O ponto chave da narrativa é quando o Donald não encontra mais a garota no barco.

Eu gostei bastante do livro, mas não morri de amores. A grande graça é que a história é tão instável quanto o mar. Junto com as mudanças da maré e do tempo, vamos acompanhar muitas variações na mente do Donald, é como se a gente acompanhasse pensamentos aleatórios dele. E como eu falei, não tem como confiar muito nele. Ele é tipo um Bentinho da vida sabe?

Não vou dizer que o livro tem um final surpreendente. Apesar de ser bem curtinho, é tudo muito intenso e a gente consegue pegar muita coisa nas entrelinhas. Se você for um leitor minimamente atento vai perceber muito da personalidade do Donald em pequenos detalhes e tudo isso vai te ajudar a construir o final da história.  O personagem é muito bem construído e a história ficou bem amarrada.

Além de todas as variações da mente da personagem e das ondas e o tempo e etc., a Cosac mandou muito bem na edição do livro. Em cada página a mancha começa em um ponto diferente. É como se você observasse o movimento das ondas. Sem contar que a própria narrativa foi construída de um jeito que passa a mesma impressão, parece que o tempo todo você está dentro do barco com o Donald sentindo o movimento do mar.

Acho que deu pra perceber que apesar de ser um livro curto ele é bem poderoso né?

O livro só me prendeu mesmo lá pela metade, mas foi uma leitura bem gostosa. A segunda metade da história fica muito mais intensa e muito mais interessante, acho que dá pra discutir sobre muitas coisas interessantes que aparecem. Eu achei que ia gostar ainda mais do livro, minha curiosidade era muito grande e acho que eu acabei indo com muita sede ao pote, mas com certeza recomendo a leitura.

Eu comprei no mês do meu aniversário então paguei só metade do valor de capa (caso você não saiba, se você se cadastrar no site da Cosac, no mês do seu aniversário todos os livros da loja cosac ficam com 50% de desconto), então valeu muitíssimo a pena.

É muito difícil falar sobre esse livro porque as partes mais legais de se discutir e elaborar um post mais interessante, acabariam com a graça do livro. Então vou encerrar por aqui. Fica a mais essa recomendação e se você já leu me manda um e-mail, deixa um comentário, uma mensagem em redes sociais… o que for! Mas é livro que rende muito assunto sim.

No Mar foi publicado esse ano pela Cosac Naify e são 160 páginas de muita maresia.

Anúncios

4 comentários sobre “Sente a maresia – No mar – Toine Heijmans

    1. Hahaha da muita vontade de fazer milhares de spoilers! A segunda metade do livro, quando você entende mesmo quem é o Donald é tudo o que ele ta passando é muito boa. Abre espaço pra tantas reflexões legais. Acho que se eu fosse ler o livro de novo agora, sabendo melhor com quem eu to lidando, eu ia encarar a primeira parte do livro de outra maneira, eu ia pegar muito mais coisas nas entrelinhas.
      E eu confesso que estou ansiosa pelo seu video! Eu que sou viciada no seu canal, isso sim 😛
      Várias vezes tomo café da manhã com você haha
      Beijos

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s