Viagem à Terra-Média #3 Diário de leitura: Concluindo primeiro livro de A Sociedade do anel

Maior título de post na breve história do literateca. Título grande e autoexplicativo, gosto assim.
Finalmente acabei a primeira metade, vulgo primeiro livro, de A Sociedade do anel. Pois é, estou lendo bem devagar, mas é essa a ideia mesmo. Eu estou amando o livro e quando leio assim devagar eu consigo aproveitar mais, me envolver mais com o livro. Além disso vários outros fatores da vida não me deixam ler mais do que estou lendo.
Mas enfim, vamos falar sobre essa primeira parte da história. Como já falei, essa leitura é só amor. A impressão que eu tenho é que eu não conheço absolutamente nada da história, é como se eu nunca tivesse assistido os filmes e esse fosse meu primeiro contato com essa aventura.
Uma coisa que eu pensei nos últimos dias é que tem uns 10 anos que eu conheci os filmes do senhor dos anéis (sim, demorei uma vida para assistir os filmes) e quando eu finalmente assisti esses filmes eu fui muito inocente (pra não dizer outra coisa). Eu coloquei na minha cabeça algumas ideias bem deturpadas sobre os personagens e alguns acontecimentos. Por exemplo, eu achava que a perseguição dos cavaleiros negros nem era nada demais. OK, eles machucaram o Frodo e foi bem tenso, OK as cenas eram sempre tensas, mas não me passava uma ideia de que eles eram uma ameaça constante, que eles eram muito perigosos e etc. Não sei porque eu achei que eles não eram nada demais, acho que eu fui bem bobinha mesmo. Outra coisa bem errada que eu tinha encanado é que os hobbits eram meio bobinhos. Eu achava eles muito inocentes e um elo mais fraco da sociedade. Ideia totalmente errada.
Essas duas impressões mudaram muito depois que eu vi a versão estendida, e eu lerda que sou só assisti esse ano, e mudou mais ainda depois que eu li O Hobbit. Eu não sei porque eu tinha essa visão deles, mas eu subestimava bastante os pequenos.

Com o livro tudo isso mudou drasticamente. Eu fico nervosa só de pensar nos cavaleiros negros e sou apaixonadíssima pelos hobbits. Eles são incríveis e quanto mais eu conheço sobre eles, mais eu me encanto. E esse apego todo com os hobbits me deixa ainda mais tensa com as ameaças constantes de ataque dos cavaleiros negros. Todo momento que eles precisam passar por uma estrada eu já fico ansiosa, com medo do que vai acontecer. Por isso que eu falo, a impressão que eu tenho é que eu não conheço absolutamente nada da história desse livro.

Outra coisa que me deixou muito empolgada é que finalmente apareceu o Aragorn. Eu adoro ele e eu queria muito conhecer mais sobre a história dele.

Também adorei a parte que ele guia os hobbits por uma trilha e eles encontram os trolls que o Bilbo encontrou durante a aventura dele com os anões. Alias, to morrendo de saudade do livro do Hobbit. Eu já li o primeiro capitulo da segunda parte do livro e o Frodo encontra o Glóin, que era um dos 12 companheiros do Thorin Escudo de Carvalho. Os dois começam a conversar sobre os outros anões e sobre como está a vida na Montanha e isso me deixou muito nostálgica.

Enfim, essa leitura está deliciosa. É muito gostoso conhecer novos personagens, reencontrar outros, descobrir pedaços da história de personagens que eu já era apegada e é melhor ainda conhecer tudo isso sem aquele olhar ingenuo de 10 anos atrás e poder perceber melhor toda a intensidade e pressão que existe em cima do Frodo. E estou morrendo de curiosidade e ansiedade, quero muito saber como as coisas vão acontecer nessa segunda metade do livro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s